UMAR – Promoção da Arqueologia Subaquática

Destaques, projetos

 In Destaques, projetos

O UMAR – Promoção da Arqueologia Subaquática como uma ferramenta inovadora para o desenvolvimento do turismo sustentável e inovador é um projeto europeu, financiado no âmbito do Programa Erasmus Plus.

Este projeto reúne 7 parceiros de 5 regiões da europa com o intuito de promover o conhecimento e a valorização do património relacionado com a arqueologia subaquática em todas estas regiões, através da:
– Conceção e implementação de um programa comum de formação, dirigido aos profissionais do setor do turismo e da cultura, de forma a dotá-los de mais competências e de conhecimento sobre estes temas;
– Promoção da arqueologia subaquática como um produto turístico sustentável e inovador;
– Capacitação das organizações responsáveis por promover e preservar o nosso património subaquático, junto dos turistas e da comunidade local.
A ACIF-CCIM, enquanto entidade parceira deste projeto, conta com a colaboração do CEAM – Centro de Estudos de Arqueologia Moderna e Contemporânea.

1º ano de implementação – desenvolvimentos

REUNIÃO EM SELINUNTE (IT)

No dia 30 de março, os parceiros do projeto participaram na primeira reunião transnacional do projeto U-MAR, realizada em Selinunte (IT).
Durante a reunião, o Coordenador apresentou a visão geral do projeto e da estrutura organizacional de gestão, bem como estabeleceu os resultados do projeto a alcançar. Os parceiros discutiram todas as atividades a implementar e os próximos passos a dar, com enfoque específico na organização da próxima Formação Transnacional de Formadores.

FORMAÇÃO TRANSNACIONAL DE FORMADORES EM SELINUNTE (IT)

Nos dias 30 de maio a 4 de junho a equipa de projeto participou na ação LTTA – Learning, Teaching Training Activities for Trainers, com o objetivo de serem concebidas e desenvolvidas as unidades do curso de formação que será lançado numa plataforma de e-learning, em todas as regiões participantes, com o objetivo de aumentar os níveis de conhecimento dos operadores turísticos e culturais sobre a arqueologia subaquática e sobre a sua importância para a preservação do nosso património, onde serão abordados os seguintes temas:
1- Arqueologia subaquática, técnicas de documentação, e a importância da sua preservação;
2- Interpretação comunicativa, valorização e divulgação do património arqueológico subaquático;
3- Estratégias de gestão partilhada;
4- Avaliação do impacto das atividades turísticas sobre o ambiente marinho;
5- Criação de itinerários culturais arqueológicos subaquáticos;
6- Transição digital das atividades culturais;
7- Legislação para proteção, musealização, turismo e mergulho recreativo.

REUNIÃO EM ZADAR (HR)

A segunda reunião transnacional do projeto teve lugar em Zadar (HR), no dia 23 de setembro, onde foi apresentado e discutido o trabalho realizado durante a LTTA – Learning, Teaching Training Activities for Trainers, com o intuito de se definir e discutir a estrutura final do curso de formação para os operadores turísticos e culturais. Ainda nesta reunião, foi também apresentada uma proposta para a plataforma de e-learning, através da qual será lançado o curso de formação e discutidas as suas valências e características.

Resultados esperados

1- A formação transnacional em e-learning sobre arqueologia subaquática para os operadores turísticos e culturais
O projeto prevê também a implementação de 5 cursos de formação em testes in situ em países parceiros para testar o novo curso de formação realizado e adaptá-lo com base no feedback recebido dos testes.

(2) Plataforma de e-learning
Conceção técnica de uma Plataforma de e-learning e recolha de informações e materiais a serem disponibilizados nas diferentes secções da Plataforma. Os parceiros irão inserir o conteúdo e lançar a plataforma com o objetivo de proporcionar uma formação em arqueologia subaquática aos interessados, bem como informação sobre sítios arqueológicos existentes e as suas atividades.

(3) Criação de Centros de Interpretação/Aprendizagem sobre arqueologia subaquática
Serão criados Centros de Interpretação ao longo da Rota dos Fenícios para melhorar e promover a arqueologia subaquática e enriquecer os conhecimentos dos turistas e cidadãos sobre este importante património cultural. A sua implementação começará com uma pesquisa sobre o estado atual deste tema, seguida da recolha de inputs e materiais, da definição de percursos de aprendizagem e de narração de histórias e, finalmente, da criação dos próprios Centros de Interpretação.

Parceiros

– A Rota dos Fenícios – Itália
– Região da Sicília – Itália
– ICUA – Centro Internacional de Arqueologia de Zadar – Croácia
– Fundação CEIMAR – Espanha
– Direção Regional de Turismo de Pafos – Chipre
– ACIF-CCIM – Portugal
– ARGO – Itália

Start typing and press Enter to search